Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Como uma erva daninha
Você cresce sem permissão
Toma conta e se aninha
Inundando meu coração
Já usei ceifa e pesticida
Queimei e salguei
Nada faz morrer
Inverno ou primavera
Esse amor só cresce
Me invade sem limites
Rezo, choro e sigo todo os palpites
Nada me consola
No poço da depressão

Estendo a mão
vem minha luz
pegue meu coração
deixe-o florir
ou extraia pela raiz
esse amor
que plantastes em mim
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 26/07/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links