Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Hoje acordei com saudade daqueles invernos que nada mais nos resta a não ser mergulhar no intimo, fixar raízes profundas, descobrir labirintos e reencontra-se.
Olhei pela janela e lá estava aquele inverno perfeito. Mergulhei no moletom e nos cinzas que a vidraça deixava ver e vou em tua direção.
Te encontrei em pleno verão e suor no coração denunciava a paixão ardente.
E pela vidraça o sol começou a brilhar, sol de inverno sem definição, que faz simplesmente faz reviver.
Café fresquinho, mente desperta, coração quente, abra-se a porta, desprende-se as raízes sigo até você.
Dias felizes pela junção do inverno e verão, eterna primavera no meu coração
.
 
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 09/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários