Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

Quando vejo no teu olhar o desejo de me crucificar
Fico pensando naquele Amor
Aquele que já foi nosso calor
Naquela chama que juramos nunca apagar
Aquele ardor que fazia a bica jorrar
Pois o implacável tempo arrumou um grande complô
E com a rotina se juntou
Atacou nosso amor
Jogou interesses e fantasias
Estudos e até o trabalho dobrou
Então o amor atrofiou
Mas não morreu
O resultado esta neste teu olhar
Mas hoje te ofereço esta cesta de café
Para iniciar uma nova manhã
E com amor e dedicação
Tratarei do teu coração
Até aquele velho amor resgatar
Então mergulharemos nas rosas
Até o amor nos afogar
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 01/07/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários