Textos

Quando te descobri
comprei um gato
e nele uma das minhas almas guardei
um hino cantei
Me tranquei no quarto
planejei cada ato
em tua alma transplantei
meu coração apaixonado
Virei gato angorá
fui para Ancara navegar
Meia dúzia de almas pra te dar
sem o vento favorável soprar
Mesmo quando tudo acabar
gato ainda serei
oito novas vidas viverei
para continuar a te amar
e meu coração resgatar
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 25/09/2013
Alterado em 27/12/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários