Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Asteroide
 
Ganhou na promoção a viagem
 até o sistema solar
Escolheu a terra visitar
Um bruto asteroide finalmente iria viajar

Antes mesmo de chegar
começou a se encantar
a via láctea, o  azul da terra e o sol a brilhar
A intensidade das cores ...
as paisagens , as animais e as flores
vales,montanhas, praias, mares e tempestades
ventos uivantes e brisas a sussurrar
tudo era novidade a explorar
impossível não se apaixonar
quando a viagem estava para se encerrar
o encanto dos encantos  veio se apresentar
Dezessete e cinquenta o relógio  a marcar
No rádio o locutor  esta a anunciar
A hora da Ave Maria já vai começar
Logo o expediente encerrar
O trânsito as fervilhar...
Quase o fim da jornada,  hora de retornar
e então sentiu o mundo mudar
Aos confins do espaço não iria voltar
E com a certeza que paixão igual não iria encontrar
Ficou a contemplar a beleza impossível de explicar
sentiu a paixão se transformar
no maior amor que um coração pode suportar
Juro que ao espaço jamais irei voltar
Nos teus olhos quero me iluminar
No teu coração sonho reinar...
Pois um dia a gravidade do amor
em teu colo vai me fazer pousar
e para a eternidade irei te amar

 
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 12/08/2013
Alterado em 12/08/2013
Comentários