Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Te evitar é morrer
 
Na rua te imagino em cada rosto a cruzar
Na brisa suave que me provoca te sinto
No sol que me aquece a vontade de te beijar
Na vitrine dos desejos te enfeito como deusa
Na satisfação da água que mata a sede
No café do pecado sentas ao meu lado
No aroma do vinho que sorvo sozinho
No tempero e no cheiro de flor que vem do ar
Na sombra do meu caminhar és meu par.
No ar que enche o pulmão a certeza da paixão
No cruzamento o sinal manda parar
Viver não é deixar o tempo passar
Viver é sentir e experimentar
Te evitar é morrer
Viver é te amar

Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 08/07/2013
Alterado em 08/07/2013
Comentários