Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Desigual
Munido da paciência divina perambula na esquina
esperando a hora da sirene tocar
Um mulher apressada passa invisível ao olhar
Entre cada pigarro um  cigarro
Ansiedade e insegurança misturam-se ao amor
O corpo ferve de paixão
A sirena mal acaba de tocar
e contempla uma  procissão de operários passar
Espicha o olhar e vê o portão  fechar
A amada prolonga a jornada
o patrão quer faturar.
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 18/06/2013
Comentários