Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Amor inconsciente

No pequeno três por quatro vejo seu olhar
Pelas frestas da poesia tento te delinear
Os sonhos guardados  ganham futuro

Despertando meu sentimento mais puro
No meu interior crescer o desejo com furor
Confundido realidade com imaginação
Para o inconsciente não há distinção
O imaginado se torna real
Tomado de paixão o corpo estremece
e a alma padece...
Fixo novamente o olhar  tentando te desvendar
e no alternar das pequenas imagens
sinto o desejo a florescer
vejo meu sonho se alimentar querendo te beijar
mas tudo o que posso é ver  seu retrado três por quatro
Inconformado te amasso
Te rasgo em mil pedaços
Misturo imaginação imagens e ilusão
Mas o coração desperto te quer por perto
porém distante chora calado os choros guardados
Corpo e alma fatigados buscam alivio em seus braços  
só de imaginar começo a melhorar
novamente o inconsciente faz a realidade
sinto-me transformado
De desesperado à  iluminado...
Agora posso te beijar
amar e amar amar amar amar...
Mergulhado no amor que é o meu viver
Quero morrer de tanto prazer

Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 18/06/2013
Comentários