Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Depoimento ao Amor
Cássio havia chegado alguns minutos antes do horário,esperando encontrar a sala vazia e avaliar os  processos para o interrogatório. Ao ser anunciado para entrar na sala de audiência ,deparou-se com a perfeição personificada, ficou estático, imóvel como uma estátua, não estava preparado para aquela surpresa. Alguns segundos depois, reuniu as forças, disfarçou e todo embaraçado, apresentou-se.

A Delegada, cumprimentou-o delicadamente e elegantemente voltou a sentar-se. Cássio procurou o fio de meada, mas não conseguiu disfarçar o quanto estava transtornado com aquela suntuosidade, a perfeição das formas, e aquele sorriso atraente, despertaram-lhe um fascínio único por aquela mulher.

Enquanto fornecia os documentos de identificação, procurou se recompor, arrumando a ordem dos papéis que trazia consigo, e concentrando o pensamento nos fatos referentes ao depoimento que iria prestar. Não era uma tarefa fácil,pois sabia que o seu testemunho poderia auxiliar ou arruinar muitas pessoas. Logo, queria ser justo e toda a atenção seria necessária.

Durante todo o depoimento ,observou atentamente a delegada. Era uma pessoa encantadora, que desenvolvia seu trabalho com requinte e maestria como ele nunca vira antes, o resultado era um primor.

Tratava-o com muita delicadeza sem perder o rigor que a atividade lhe impunha, era muito hábil em expor seus questionamentos, sagaz na busca dos objetivos,mas, sem perder a gentileza, compreensão e humanidade necessária.

Diante de tanta graça, sentiu-se enfeitiçado e foi sendo tomado por uma forte inclinação amorosa, era uma tendência natural diante de uma mulher tão esplêndida. Mas Cássio conteve-se, pois temia ser considerado insano, caso falasse o que estava se passando em seu interior, afinal, esse tipo de atração já havia acontecido antes e ele havia administrado com certa facilidade. Despediu-se da bela mulher e apressadamente dirigiu-se ao carro procurando no rádio uma razão para distrair-se.

As sensações que aquela mulher lhe proporcionou prolongaram-se por vários dias, e o esperado desencanto por Monise não se manifestava, pelo contrário, estava cada dia mais enfeitiçado. Não havia opção, teria que aliviar seu coração, mas como poderia fazer isso sem que fosse mal interpretado. Cássio não era um homem inseguro, mas diante daquela mulher sentia-se um pouco inferiorizado.

Sentiu que precisava ser ousado e juntou toda a coragem para fazer o depoimento mais importante da sua vida, ou seja, declarar seus mais puros sentimentos, que surpreendentemente foram compreendidos e  retribuídos. Era muita felicidade para um coração agitado, a pulsação ecoava no ambiente, parecia estar vivendo um sonho.

O romance ficava cada dia mais sólido. A pureza dos sentimentos e a cumplicidade fortalecia o relacionamento. Pensavam somente em se amarem, viviam o presente e acreditavam que o futuro só poderia trazer mais felicidade. Essa era a fórmula daquele relacionamento, que por pouco deixou de existir. Porém, a ousadia de Cássio em declarar-se, fizera surgir um dos mais belos relacionamentos amorosos. Ora, até onde se tem notícias,continua prosperando e ambos vivem seus dias cada vez mais felizes.
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 23/03/2007
Comentários