Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
Vermelho Paixão
 
Pela janela do seu olhar,
Vejo o coração a esperar...
Um amor sem proporção
Nascido da pura paixão.
 
Uma vida amargurada,
Marcada pela dor,
Encontrou um novo sabor
No tempero do amor.
 
Percorrendo sua jornada
Abandonada, chorou ...
Na banheira ensaboada,
Os pulsos cortou...
 
Mas o sonho de amor
Continuava a pulsar...
E o olhar a confirmar
O que já se via antes de tudo acabar.
 
Uma triste partida, doida, sentida...
Segue para o ribeirão
Junto às águas da estação
O sangue, vermelho paixão.
Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 10/04/2012
Comentários