Jair A. Pauletto
O Singular do Plural
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

Abandono
 
  
Acordei, cansado, com uma rosa vermelha ao meu lado.
 
Sem sentir seu calor, carinho, saíste de mansinho.
 
Aquela flor despetalada era tudo que me restava.
 
 
De um amor no qual só um amava.
 
Amava como se fosse o ar que respirava.
 
Desejava como a vontade de viver.
 
  
Mas, enquanto eu sonhava, brincavas. 
 
O que fazer para aliviar meu querer?
 
Se não encontro mais razão para viver.

Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 19/05/2010
Comentários
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Contato Links