Textos


Aprender a sentir

Desde muito cedo aprendemos que, expressar nossos sentimentos e emoções causam muito mais problemas do que opiniões. A começar pela mais tenra infância e principalmente nos primeiros anos de escola, somos submetidos a situações de raiva, medo e tantas outras frustrações que afetam nosso modo de lidar com os sentimentos pelo resto de nossas vidas.  Aprendemos a represar e suprimi-los da melhor maneira possível sem entender o que esta acontecendo, simplesmente nos adaptamos as situações que o meio nos impõe. Condição da qual avançamos na medida que começamos a assimilar as regras sobre as manifestações emocionais que reprimem a liberdade emocional.

No entanto, um mar de emoções continua crescendo e se agitando em nosso interior, pois, os sentimentos não param de chegar, é ai que começa uma luta interminável para mudar as circunstâncias da vida. Começa a busca da solução deste conflito. Muitas vezes passamos a visualizar soluções na liberdade, na independência dos pais, no emprego, num carro ou encontrar um verdadeiro amor, ao invés de primeiro aprender a lidar com os nossos sentimentos, afinal, o que importa mesmo é como nos sentimos, pois determinará o nosso bem estar.

Independente da solução, os sentimentos continuarão a se manifestar.  Então, quando buscamos interromper essa dor emocional nessas soluções, acabamos frustrados por que o verdadeiro conflito emocional permanece, ou seja, é preciso antes sentir para depois aprender a lidar com esses sentimentos se quisermos uma fatia maior de felicidade real.

Ações e escolhas feitas diante de uma situação emocional desequilibrada levam a um caminho diverso daquele que seria seguido quando se esta equilibrado e emocionalmente feliz. Os acontecimentos são influenciados pelos sentimentos e, essa é uma lei que funciona independente de estarmos cientes dela, independente de acreditarmos. Em última análise são os sentimentos que fazem as coisas acontecerem. Isto fica claro ao percebemos que as alternativas para a solução de determinado problema quando se esta com o sentimento de culpa são muito diferentes dos usadas quando estamos em paz e equilíbrio.

Saber lidar com sentimentos e emoções é extremamente importante na vida. A vida é uma preciosidade quando nos sentimos amorosos e felizes, mas quando estamos tomados pelo medo, culpa e raiva nada entra no coração, até a alegria se transforma numa simples palavra irritante. De que valerá então o bom emprego, a bela casa, a fortuna e a boa aparência se a vida mais parece um inferno? Para fugirmos desse inferno é preciso compreender os próprios sentimentos. Tudo o que nos acontece combina com os nossos pensamentos e crenças sobre o que acreditamos que seja a vida, esta é uma percepção que precisa estar muito clara em nossa mente.

Aquelas situações que iniciaram na infância não cessam, com o tempo apenas se modificam, continuamos a produzir respostas emocionais das mais variadas combinações. Quando julgamos alguma circunstância ou acontecimento como bom, sentimos algum tipo de felicidade, mas quando pensamos em coisas ruins as chamadas emoções negativas se apresentam. O Segredo está em interromper esse julgamento. Passar a acreditar que a vida nos apresenta infinitas possibilidades, assim ficamos mais livres para escolher e manifestar nossos sentimentos e emoções.

Compreendendo seus sentimentos e emoções você pode criar o resultado do que deseja primeiro e depois concretizá-lo. Pode ser feliz antes de terminar todas as mudanças que deseja, afinal são eles que fazem as coisas acontecerem e o que realmente importa é o que você sente. Pense nisso.

Jair A Pauletto
Enviado por Jair A Pauletto em 01/02/2008
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Pauletto J. A.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários